Veja quem deve pedir aposentadoria do INSS até o fim do ano
21 de setembro de 2020
PRODUÇÃO DE CORDEIROS A CAMPO  
28 de setembro de 2020

A IMPORTÂNCIA DAS ESCOLAS RURAIS

O Brasil vive atualmente um cenário de total comprometimento econômico alicerçado no agronegócio. Não é diferente no Rio Grande do Sul e na região do Litoral Norte, onde se encontra uma das melhores qualidades de arroz do mundo, inclusive com selo de denominação de origem. Aliado a esse cultivo, somam-se a produção da soja, milho, pecuária e reflorestamento.

É aí que entra a importância do técnico agrícola e sua respectiva formação para atuar neste setor.

Tomando Capivari do Sul como exemplo, município pequeno, mas com um enorme potencial e capacidade produtiva, que tem números que ultrapassam o seguinte: área territorial de 412,72 Km², sendo que 167,38 Km² ocupada com plantio de arroz e 200,00 Km² ocupada com pecuária. A safra de arroz em anos anteriores teve uma área cultivada de 15.078,00 ha, com produção de 94.639,06 toneladas. Já a soja, uma média de 43 sacas de 60 kg, totalizando uma área plantada de 3.300 ha. Na pecuária, o rebanho bovino com 15.856 cabeças, rebanho ovino com 2.240 cabeças, rebanho suíno com 168, rebanho equino com 759 cabeças (dados da Prefeitura Municipal de Capivari do Sul).

As principais empresas do ramo do agronegócio estão estabelecidas neste município, como Agrofel, empresa que trabalha com tratores e colheitadeiras New Holand e Ford; Verdes Vales, empresa que trabalha com tratores e máquinas John Deere; Sotrima, máquinas e implementos Massey Ferguson; Agrosul, máquinas e implementos CASE; Mazarolo, tratores e equipamentos Valmet; entre outras  que trabalham com compra e venda de máquinas e equipamentos usados, como exemplo a Cavajo; e ainda empresas que trabalham com adubos, ureias, calcário e sementes; também há empresas de herbicidas e fungicidas; como a Agrotec.

As escolas rurais da região formam, anualmente, em torno de 80 alunos técnicos agrícolas; sendo aproximadamente 60 na Escola Técnica de Agricultura (ETA-Vimão) e 20 na Escola Rural-Osório. Tais escolas são de suma importância pela formação que vão dispor aos iniciandos no trabalho profissional auxiliando ao homem, trabalhador e empreendedor do campo; uma vez que os técnicos precisarão avaliar e atuar com as melhores ferramentas e ações visando obterem os melhores resultados.

Segundo a Revista Rural, os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, apresentaram, nos últimos cinco anos, uma produção média de 37,2 milhões de toneladas de soja. Para a fase inicial do plantio, a utilização de técnicas adequadas de manejo do solo é essencial para que o produtor alcance bons índices produtivos. Destaca que a preparação inicial do solo é fundamental para dar respaldo físico, químico e biológico para a planta. Na região sul, os solos são predominantemente de característica argilosa, o que é favorável para os produtores, visto que estes são naturalmente mais férteis do que os solos arenosos. Por outro lado, por se tratar de um solo mais pesado, o investimento para manejar a parte química dele geralmente é maior.

Já sobre o arroz, de acordo com o Destaque Rural, a intenção dos produtores do Rio Grande do Sul é semear 969.192 hectares nesta safra de arroz 2020/2021. O levantamento foi realizado pela Divisão de Assistência Técnica e Extensão Rural (Dater) do Instituto Rio Grandense do Arroz, a partir de informações coletadas pelas equipes dos Núcleos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Nates) do Irga junto aos orizicultores. A projeção aponta para um crescimento de 3,5% em relação à área de 936.316 ha colhida na safra 2019/2020. São 32.876 hectares a mais. Já em relação à intenção de safra 2019/2020 (946.276 ha) projetada pelo Irga no ano passado, o crescimento é de 2,36% (mais 22.916 ha).

“Diante de todos estes dados, não temos como deixar de destacar a importância das Escolas Rurais/Agrícolas e valorizar o trabalho do técnico agrícola; pois é muito necessária a sua expertise, conhecimento e experiência para o manejo das áreas, preparo, aguação, condução de máquinas e tratores. E a formação é cada vez mais importante pela necessidade de preenchimento da defasagem deste profissional no mercado do agronegócio e assim manter esta importante engrenagem do principal esteio da economia nacional em constante movimento”, enfatiza o vereador de Capivari do Sul, Roberto Camargo, que é graduado em Agronegócio pela Unigran/MS, técnico agrícola formado pela ETA, lecionou técnicas agrícolas na Escola Rural, e é também topógrafo.

4 Comentários

  1. Thanks for sharing such a pleasant thinking, post is pleasant,
    thats why i have read it completely asmr 0mniartist

  2. 0mniartist disse:

    Undeniably believe that which you stated. Your favorite justification seemed to be on the web the simplest thing to be aware
    of. I say to you, I definitely get annoyed
    while people think about worries that they plainly do not know about.
    You managed to hit the nail upon the top and defined out the whole thing
    without having side-effects , people can take a signal. Will likely be back to get more.
    Thanks 0mniartist asmr

  3. Howdy! Do you know if they make any plugins to
    help with Search Engine Optimization? I’m trying to get
    my blog to rank for some targeted keywords but I’m not seeing very good gains.
    If you know of any please share. Thanks! 0mniartist asmr

  4. Thanks for sharing such a pleasant opinion, article is nice,
    thats why i have read it fully 0mniartist asmr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *