O Rio Grande do Sul é reconhecido como Estado livre de vacinação contra a febre aftosa

Manual Profissional do Técnico Agrícola
17 de agosto de 2020
Créditos da foto: A2FOTOGRAFIA
Sintargs renova apoio ao Agrishow
19 de agosto de 2020

O Rio Grande do Sul é reconhecido como Estado livre de vacinação contra a febre aftosa

O Rio Grande do Sul comemora a instrução Normativa (IN) 52, assinada pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina, ontem (11/8), que reconhece o Estado como zona livre de vacinação contra a febre aftosa.

Para o secretário da Agricultura, Covatti Filho, trata-se de uma notícia excelente para o agronegócio gaúcho, que agora poderá ampliar participação em vários mercados internacionais.

Com a retirada da vacina, o Estado poderá alcançar 70% dos mercados mundiais disponíveis, que representa valores bilionários. Só em carne suína, serão R$ 600 milhões a mais de exportações.

A retirada da vacinação tem potencial de abrir mercados como Japão, Coreia do Sul, México, Estados Unidos, Chile, Filipinas, China (carne com osso) e Canadá. Para o SINTARGS, essa conquista também deve-se aos servidores que tiveram um importante papel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *